PPRA - quem pode assinar?


Seminário, cursos e eventos





gestão / prevenção / conservação / manutenção









Histórias e Gente de Valor

Reflexões

07/06/2007 - PPRA - quem pode assinar?

Por Cláudio Antonio Dias de Oliveira

Alterar tamanho da fonte: A+ | a-

Programa de Prevenção de Riscos Ambientais - PPRA Engenheiros e ou Técnicos Segurança do Trabalho, quem pode assinar?

Por Cláudio Antonio Dias de Oliveira
Em, 07 de junho de 2.007  

A polemica sobre quem pode elaborar e assinar o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais, nosso PPRA persiste e de forma acirrada, bom que se deixe claro o significado da nomenclatura PPRA, um documento que é um programa e tem gente que ainda persiste achando que seja um LAUDO, por outro lado encontramos barreiras e, quero crer que a barreira aqui mencionada não diz respeito à entidade e sim a determinados pseudos profissionais e, quando enfatizo entidade, quero deixar claro que acredito pessoalmente que a coisa não seja oriunda do CREA e sim de parte de nossos diletos “ENGENHEIROS” que persistem teimando em ir no contra fluxo da legislação, pois temos o próprio texto da NR que determina quem pode elaborar o referido documento, senão vejamos:  

Subitem 9.3.1.1 - A elaboração, implementação e avaliação do PPRA poderão ser feitas pelos profissionais do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Saúde do Trabalho SSST, ou por pessoa ou equipe de pessoas que, a critério do empregador sejam capazes de desenvolver o disposto nesta Norma Regulamentadora NR 09 da Portaria n. º 3.214/78 n. º 25/94;  
Cabe lembrar ainda o que determina nossa Carta Magna, ou seja, a nossa Constituição Federal que diz em seu Artigo 5º § XIII : ...”É livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer...”.  

Finalizando a polemica, temos ainda a Nota Técnica de nº. 02 da DSST que esclarece que é competência exclusiva e restrita ao Ministério do Trabalho e Emprego a fiscalização do desenvolvimento do PPRA e, não do CREA e de qualquer outra entidade e ou profissional e ou grupos de profissionais...   Desta forma, qualquer ou quaisquer que sejam os motivos e ou explanações posteriores, bom seria que todos refletissem sobre quem pode e deve assinar este documento, pois neste sentido convém ainda que observemos que tem gente “assassinando” o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais, não observando que no documento devemos tratar das Metas Globais, das estratégias e Metodologia de Ação, da  forma de Registro, Manutenção e Divulgação dos Dados, da periodicidade e forma de Avaliação do P.P.R.A, da antecipação e reconhecimento dos Riscos, da avaliação Quantitativa dos Riscos, dos níveis de Iluminamento, dos níveis de Pressão Sonora, do nível de Ação, do controle Sistemático, das medidas de controle, do monitoramento, do registro de Dados, das responsabilidades, da informação, da garantia, do resultado das Avaliações Ambientais Obtidas, da análise dos Dados Coletados, das condições de Risco Encontrado no local, da classificação dos Principais Riscos Ocupacionais, do conteúdo do Programa.
Dados estes que passam despercebidos na maioria das vezes por quem faz e por quem assina, observando ainda que tem gente que nem equipamento leva para o local onde se deva monitorar alguns dos itens apontados....  
Além de todos os tópicos aqui inseridos, oportuno salientar que o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais é um importante documento que se estende para a elaboração de outros documentos no universo da prevenção, observemos ainda que nenhuma empresa pode elaborar o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional, o PCMSO sem o PPRA e temos profissionais de jornada profissional elaborando o referido PCMSO sem ter em mãos as informações oriundas do PPRA e o pior de tudo emitindo no final o ASO.  
Não paramos por aqui, neste sentido, nossos pseudos “ENGENHEIROS” uma vez preocupados com a situação de quem deve assinar, deveriam preocupar-se com a questão de quem realmente esta assassinando o aludido documento e ainda cometendo deslizes que maculam o segmento.  
Senhores! Concentremos maiores esforços para o bem comum de nosso segmento em prol do trabalhador e do ambiente de trabalho, observando ainda que qualquer que seja o segmento profissional, temos profissionais e profissionais e estamos todos sujeitos a errar, por fim, cabe observar que independentemente da situação somos aqui PREVENCIONISTAS...


Cláudio Antonio Dias de Oliveira Coordenador Geral Instituto de Estudos de Segurança e Saúde do Trabalho e em Meio Ambiente nas Indústrias do Vale do Paraíba GRESETIVAP  

Comente este artigo:
* Nome:
E-mail:
Publicar E-mail:Sim   Nao   
* Comentário:
O que está escrito na imagem ?
 
MARIWALDO RIBEIRO - 09/09/2013 16:03
mariwaldo.ribeiro@hotmail.com
Valeu Cláudio pela valiosa ajuda!! Se possível, me manda alguns modelo de PPRA/PCMAT. abração
eliane inacio de oliveira - 16/07/2013 20:51
elianeinacio177@yahoo.com.br
manda coisas pra mim
Alessandro Casemiro Morgado - 17/06/2013 13:55
alessandro@brastecserv.com.br
Boa tarde Gostaria de saber se vocês emtem o Laudo Técnico de Condições Ambientais de Trabalho.
Osvaldo Nickel - 08/05/2013 13:45
oswaldnickel@hotmail.com
Gostei muito o seu esclarecimento, estou estudando, artigos, textos sobre a segurança no trabalho, sou academico em especilização lat em eng, de segurança. att. Osvaldo
Maylon Dourado - 24/03/2013 07:33
vc tem toda razão meu caro! Se o programa é para gerenciar riscos, a sua qualificação, quantificação e plano de ação do cronograma, têm que ser consideravelmente levados a sério.
Raynner - 21/03/2013 11:14
felixaugusto123@gmail.com
Parabéns pelo artigo. Acredito que TST e EST podem elaborar e assinar o PPRA. Porém se as informações do PPRA estiverem baseadas em laudos, como avaliação ambiental quantitativa ( como na maioria das vezes são), este laudo deve ser assinado por EST com emissão da ART. Mas o PPRA poderá ser assinado por TST, se assim o empregador designar. Sou formado em Técnico de Segurança do Trabalho, e nós não podemos abaixar a cabeça quando falam que não temos qualificação para elaborar PPRA. Temos sim. O CREA não tem poder nenhum sobre TST, a não ser aqueles alienados ou coagidos que se registram no tal conselho, somos subordinados às leis do MTE e só o MTE tem autoridade legal sobre os TST.
elinaldo alexandre da silva - 17/03/2013 14:16
elinaldo.alexandre@hotmail.com
E simplesmente impressionante como nós brasileiro temos o don de enrolar, pois você falou,falou, falou mas não respondeu absolutamente nada. Já imaginou se eu como técnico de Segurança do trabalho não definir para o trabalhador que vai efetuar suas atividades em altura se, ele deve ou não usar o cinto de segurança. Sejá objetivo, ou é ou não é.
Bruno Fonseca - 27/02/2013 04:14
brunoh_fonseca@yahoo.com.br
Olá Claudio, por favor, sou Engenheiro Mecânico e gostaria de saber se meu CREA me permite assinar o PPRA. Grato
CAMILE - 14/02/2013 13:50
camilemr@yahoo.com.b
Camile Segue comentário Eloy
francisco sousa - 08/02/2013 09:31
Boa tarde. Sou cipeiro e preciso tirar dúvidas. 1) O tst pode elaborar e assinar o mapa de risco? 2) O tst pode elaborar o ppra? Agradeço a quem possa me esclarecer. Por gentileza mandem a resposta para o meu e-mail; franciscosousaf@yahoo.com.br. Um bom feriado a todos. Publicamos uma resposta ampla no site Grato e Abraços Osny Telles Orselli Francisco.
davi_hermeson@hotmail.com - 07/02/2013 10:08
Gostei muito do esclarecimento Cláudio Antonio Dias de Oliveira. CAROS companheiros de profissão seja eles TST ou ENGENHEIROS da área de Segurança, pessoal o importante é a integridade física ou psicológica dos colaboradores, sejam eles de quaisquer ambiente de trabalho... VAMOS NOS AJUDAR para ajudar quem mais precisa OS TRABALHADORES.
sergio luis teixeira - 31/01/2013 07:02
sergioltmiranda@gmail.com
tem um fiscal do crea-ba em santa maria da vitoria-bahia que diz ele que os tecnicvos de segurança nao tem qualificação profissional para elaborar um progrma de ppra,pea, pgr,pgrs, embora que o mesmo nao o sabia tenho formação tecnida em segurança do trabalho, especialização na Espanha pela funiber-( fazendo 2ª especialização e mestrado pela FUNIBER) pos graduação em segurança do trabalho, e direito ambiental PELA VERBO JURIDICO, o mesmo persiste em dizer que nao tenho qualificação para talo fatos, será possivel?? o mesmo esta fazendo jogo de interesse para quem??
Carlos Alberto Mello Bernardo - 29/01/2013 15:32
carlosbernardopqdt@ig.com.br
O Importante é elaborar um PPRA que retrate a real exposição do trabalhador aos agentes, pois é atraves delas que o SSO solicitará os exames periodicos que constam no ASO do trabalhador, essas informações também nos ajudam na elaboração do PPP. Quem vai assinar é só um detalhe nesse universo tão importante.
Fábio - 25/01/2013 06:49
fabiotec.amv@gmail.com
Ola caros prevencionistas. Este forum de comentários só deixa claro duas coisas: 1º cada um defende o seu, e 2º isto tudo é reflexo de nossas "excelentes" CLT e NR´s. Até a propria lei tem medo de colocar de forma clara e objetiva... É ESTE E PRONTO. O fato é que conheço muitos TST´s que assinam o PPRA, (o qual tambem acredito ser totalmente legal) , mas que produzem um documento digno de ser colocado no lixo. E o que aconteceu com eles? nada, se é que um dia esses PPRA´s foram fiscalizados. Muitos deles não são lidos nem pelas empresas. Vale lembrar que é o PPRA é um programa que ampara legalmente, mas que, se vai ser colocado em prática é outra coisa. No fim cabe a você avaliar a sua empresa e ver o que compensa - Você assumir o risco de assinar um documento que a empresa não vai ler, ou brigar para pagar um terceiro e lavar as mãos. Abraços a todos
ANTONIO MARCOS C ARNEIRO - 15/01/2013 11:46
antonio.carneiro@r7.com
Boa tarde, Sou técnico de segurança do trabalho e estou me formando em 2013 como Técnologo ambiental, serei associado ao CRQ- Conselho regional de quimica. Como técnologo ambiental, posso ser o responsável técnico do PPRA recolhendo ART pelo meu conselho ou somente o engenheiro pode ser o responsável?
Ari Soares - 03/01/2013 09:27
soaresoares2012@hotmail.com
Boa tarde a todos, li tudo que escreveram gostei muito me formei em técnico seg só trabalho pelo Senac a 8 meses, mas não fiz estágio já mandei mais de duzentos currículos e até agora nada moro em são Paulo capital só pedem pessoas com experiências de 6meses isto porque sou bombeiro civil pronto socorrista segurança pessoal guarda vidas e tenho experiência em chão de fábrica trabalhei em limeira 13 anos em limeira .Est a procura de emprego alguémpode me ajudar.
Caline - 20/12/2012 09:05
achei perfeito tudo aqui exposto, o senhor esta coberto de razao, estao preocupados demais coma assinatura, e nao com o principal que e a PREVENÇAO! concordo total. um abraço
moreira1951@live.com - 04/12/2012 10:45
muito bom gostei
fariston gomes - 02/12/2012 23:20
fariston.gomes@gmail.com
Faço saber quer com essas informações claras e objetivas,do SR Cláudio ainda sugiram dúvidas a respeito do assunto.vale lembrar que a interpretação de um texto é muito importante,principalmente aos alunos de tst e profissionais da aréa.parabéns pela matéria.ass: fariston
marcelo campos - 02/12/2012 06:47
Enfim,esta ótimo o que tá redigdo aí,acima...baseado na NR, e na CF.muito bem postado !!!
Rafael Abreu Bezerra - 28/11/2012 10:56
rafael.abreu.tst@hotmail.com
Subitem 9.3.1.1 - A elaboração, implementação e avaliação do PPRA poderão ser feitas pelos profissionais do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Saúde do Trabalho SSST, ou por pessoa ou equipe de pessoas que, a critério do empregador sejam capazes de desenvolver o disposto nesta Norma Regulamentadora NR 09 da Portaria n. º 3.214/78 n. º 25/94; não está dizendo aonde ele pode se responsabilizar? qualquer pessoa pode fazer desde que tenha conhecimento. tem que ter Art.
roberto silva de oliveira - 05/11/2012 11:45
roertosilvatstdeoliveira@hotmail.com
barabens pelo comentario, sou técnico de segurança do trabalho recem formado, esse problema de quem pode assinar o PPRA fio bastante descutido em sala de aula, a NR 9 diz que qalquer pessao que si sinta habilitado pode elaborar um PPRA, mas isso nao quer dizer que nos podemos assinar. ai fica muito bom paro o engenheiro agente elaboro o programa e ele assina e gonha o dinheiro; assim não dá. abraço
LUCIANA ANGÉLICA - 04/11/2012 08:17
LUCIANAMOREIRAGBI@HOTMAIL.COM
ESSA É A VERDADEIRA VISÃO DE UM PREVENCIONISTA.
cicero Melo - 20/10/2012 02:51
melo@empat.com.br
eu gostaria de saber dentro de uma empresa a responsabilidade de preencher a cat, e do tecnico de segurança ou do tecnico de enfermajem ou do proprio medico do trabalho
RICARDO GUERRA - 14/10/2012 13:50
por favor - trabalhei p algumas empresas como autonomo ,Pj estou pedindo o PPRA estas , estão resistindo em me entregar PERGUNTO ? Como prestador de serviços (Fiscal de Obras numa ,Supervisor em outra e Instrutor em campo em outra , QUAL MEDIDA POSSO TOMAR ? DRT ? nunca lidou c MTE ou DRT como faço ? c estes PPRAS consigo me aposentar , tenho 55 anos , mesmo c larg exp o Mercado não esta mto bom p isto grato abs RICARDO
Valdenir Felix de Lima - 05/10/2012 09:07
Como não temos CREA, não precisamos recolher a ART, então basta a assinatura e o registro do MTE do TST no final do documento?
PROFISSIONAL - 28/09/2012 09:58
Tanta discussão a troco do quê??? Do dinheiro? É maravilhoso, mas quando consciente e limpo! Deveriam estudar mais a Ética, Lingua Portuguesa e Leis Trabalhistas. Talvez assim, ficaria mais fácil debater um assunto tão importante quanto este. Estudar é a única saída, pessoal! Estudar...
emerson rodrigues nascimento - 03/09/2012 16:42
emerson.2@hotmail.com
gostaria de saber se tribuições do técnico de segurança e resgistrado no PPRA
jaelson moreira da silva - 03/09/2012 05:48
onde eu posso fazer este curso de PPRA?
Marcio Santyarelli - 01/09/2012 08:46
Sou técnico em segurança do trabalho e penso que o mercado de trabalho precisa de mais profissionais como você, que se preocupa com a segurança e o bem estar do trabalhador, muito obrigado, seu artigo me esclareceu duvidas sobre Segurança no Trabalho que há tempos carrego comigo, valeu........
adriana - 30/08/2012 19:12
fenixdri@gmail.com
Na verdade esta tudo tudo errado tem fazendo trabalho que não lhe convém, deveriam com a saúde de quem produz ,``mas na verdade estão preocupado e no lucro.
Angelo Otavio Polese - 16/08/2012 18:25
angelo.polese@net.crea-rs.org.br
Parabéns. Sou Engenheiro de Segurança do Trabalho, ministro aulas para o curso de Técnicos em Segurança do Trabalho e em minhas aulas ensino e coloco como peso de prova a elaboração de PPRA, e posso afirmar que os que tenho visto são tão bons e até arrisco-me a dizer melhores que os confeccionados por Engenheiros. A única coisa que não concordo, é sobre as "palmadas" descritas aos Engenheiros, mas sei que temos casos de fulanos que ao ter em mãos a Carteira do CREA acham que são superiores e para isso degridem a imagem de outros. No entanto parabéns.
Fábio - 13/08/2012 15:07
Srº Francisco Teixeira, creio que o senhor não entendeu o texto acima ou não possui conhecimento do tema. Por favor leia novamente!!! O SESMT é um só, e nos fazemos parte dele. Ou seja, podemos avaliar e acompanhar.
jucineia - 31/07/2012 21:30
NEIA_UNIC@HOTMAIL.COM
Olá concordo com todas as afirmações, contudo, existem fatores pertinentes sim. Sou enfermeira do trabalho, atuo na assistência e a área de logística, ministro aulas de gestão, como dito anteriormente, somos uma equipe, tanto o TST, membros da cipa, engenheiros e outros, são parceiros ativos nas identificações de riscos e estes possíveis protaqgonistas em talis efetivações. Assinar ou não, parece uma briguinha, richa que não leva ao crescimento, sim, devemos pensar racional, se podemos contribuir, já estamos sendo vistos e lembrados.
Tatiana Chagas - 25/06/2012 20:09
tatty.chagas@hotmail.com
parabens Claudio.Adorei o conteudodessa materia,que ajudou-me a tirar algumas duvidas sobre PPRA.
Luis Vieira - 26/04/2012 02:23
Bom dia Claudio, parabéns pelas explanaçôes, com relação as emissôes de ASO, você se refere á essas clinicas que atestam que o funcionário está apto á trabalhar, é referente ao exame admissional?
Francisco Henrique Teixeira - 22/04/2012 22:20
O sr. conhece as atribuições de um técnico de segurança do trabalho e as atribuiçoes de um engenheiro de segurança do trabalho, que por sinal são legitimadas por leis federal, o PPRA só pode ser executado por engenheiros de segurança do trabalho, cabe ao técnico executar levantamento, atribuiçoes do profissional, o senhor deixaria uma enfermeira operar um familiar seu, ela auxilia o médico na execução de cirurgias, porém, isso não há credencia a fazer cirurgias, cada macaco no seu galho e não se esqueça que atribuição do profissional é lei feideral, sendo superior as normas
fabiola - 30/03/2012 08:49
jfabiola@ig.com.br
Ainda persiste a dúvida sobre o seguinte: Conforme a NR9 diz: ..."A elaboração, implementação e avaliação do PPRA poderão ser feitas pelos profissionais do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Saúde do Trabalho SSST, ou por pessoa ou equipe de pessoas que, a critério do empregador sejam capazes de desenvolver o disposto nesta Norma Regulamentadora NR 09 da Portaria n. º 3.214/78 n. º 25/94". QUal é esse critério que o empregador tem e ai, ele pode nomear um profissional, por exemplo: engenheiro que não seja especializado em Segurança do Trabalho?
Naum Urbano - 22/03/2012 03:57
naumurbano@hotmail.com
adorei o conteúdo da matéria muinto bom
Franklin Medeiros - 21/03/2012 10:52
medeirosfranklin@ig.com.br
Sou Tecnico de Segurança do Trabalho e tenho plena convecção que esta polemica continua em evidencia pelo fato que o Sr crea não conseguiu que os tecnicos de segurança do Brasil focem vinculados a seu orgao assim deixou de arrecadar alguns milhoes de reais por ano assim não n os deixa trabalhar precionando uma vinculação forçada deveriam ter vergonha ... e digo mais...
Franklin Medeiros - 21/03/2012 10:50
Sou Tecnico de Segurança do Trabalho e tenho plena convecção que esta polemica continua em evidencia pelo fato que o Sr crea não conseguiu que os tecnicos de segurança do Brasil focem vinculados a seu orgao assim deixou de arrecadar alguns milhoes de reais por ano assim não n os deixa trabalhar precionando uma vinculação forçada deveriam ter vergonha ... e digo mais...
Josenildo Silva - 15/03/2012 10:37
josenildo_silv@oi.com.br
Pessoal, Antes de tudo sou TST à mais de 10 anos. Estatisticamente está comprovado que o TST conhece e elabora o programa (PPRA) melhor que o EST, mas discordo que o mesmo tenha que que assinar o Programa. PQ? existem laudos (insalubridade, periculosida e etc uma coisa está ligado à outra) no corpo do programa e os mesmos não são assinados por nós. Infelizmente apenas as preliminares são nossas.
Marcelo Henrique - 06/03/2012 08:33
marceloiago@ig.com.br
Muito obrigado por tirar minha dúvida, pois estou iniciando um trabalho, ou melhor, dando continuidade ao trabalho do tst anterior e infelizmente estou encontrando pendencias nas doc.`s . Desde de controle da ASO, PPRA (REF. FUNÇÕES) e laudo técnico.
zacarias muito bom tirei muito a minha dúvida... muito obrigado! - 26/02/2012 19:23
muito bava oresisando om mesmo gostei muito da sua ídeia de presisão estava presisando tirá a minha dúvida muito obrigado!!!!
Carlos Crespo - 20/12/2011 16:06
E o Tecnólogo? Somos profissionais graduados por Universidade e alijados até mesmo do direito de trabalhar dada a dificuldade de entendimento.
Técnico de Segurança Macaé - 13/09/2011 08:40
Prezados, não tenho dúvidas quando a possibilidade do Técnico de Segurança assinar o documento Base PPRA (Mas e quanto aos laudos? As avaliações quantitativas dos riscos? os relatórios e certificados de calibração de instrumentos utilizados? É ficou complicado né?!) Conforme descreve o item 9.3.1.1, o TST dentro de uma empresa, de grande, médio ou pequeno porte, faz parte do SESMT, mas tenho uma pergunta: O que é o SESMT ? É o Serviço Especializado em "ENGENHARIA" de segurança Serviço Especializado e em Medicina do Trabalho, logo vemos que os "ENGENHEIROS" MÉDICOS E TÉCNICOS fazem parte de uma equipe e deve haver coêrencia no entendimento do item 9.3.1.1 quando diz que o empregador pode "determinar" um profissional para elaborar, implementar e desenvolver o PPRA pois o profissional deve se dotado de conhecimentos necessários para tal responsabilidade. Vejo muitos Técnicos de Segurança "vender" papeis assinados com uma capa em cima da descrição da NR desonra a classe de TST. A liberdade de assinatura no documento, pode eximir a responsabilidade dos Engenheiros que muitas vezes, por questões Hierarquicas da empresa, estão acima dos Técnicos e inclusive são remunerados em maior quantia que os TST, logo não vejo tão interessante simplesmente assinar o PPRA, pois é um documetno de trata de "VIDAS" SAÚDE e SEGURANÇA de PESSOAS, em um documento que deve ser elaboraro IMPLEMENTADO E DESENVOLVIDO E CONTROLADO, ou seja necessita de COMPROMETIMENTO e não simplesmente de um nome escrito a caneta. Á todos os Técnicos de Segurança gostaria de alertar: Nós respondemos civil e criminalmente por "VIDAS" cuidado com o que andam assinando por aí. Obrigada a todos que leram este deposimento e sejam cautelosos. Nem sempre o retorno financeiro é o suficiente!
LUCIA NEVES - 27/07/2011 19:41
lucianeves2007@hotmail.com
Sou técnica em segurança do trab alho e gostei mt do artigo, pois ao en mastrar no site da cipa me senti mt mal ao ser chamada de "parasita" pelas pesoas que estavam no chat. A minha pergunta pesquisada era essa: técnico em segurança do trabalho pode elaborar o PPRA e o PCMSO? mas ao me deparar com tais comentários relacionados a minha categora de tst, nem ousei entrar no referido chat, o que me desestimulou tb a assinar a revista da CIPA, pois achei mt falta de respeito para com os tst.
suelen santiago - 21/07/2011 13:46
sukabsb@yahoo.com.br
oi tenho duvidas sobre alguns documentos que o tec pode assinar se puder me mandar algumas materias ficarei muito grata.
suelen dolzane - 29/06/2011 15:46
sudolzane@hotmail.com
Eu estou curssando técnico em segurança do trabalho e trabalho em uma empresa de elétrica da area naval, eu posso mesmo sem terminar o curso elaborar e assinar o PPRA? E o mapa de riscos posso elaborar e assinar ou só a CIPA?
Celso Boa Nova - 11/06/2011 10:31
cbnova@ig.com.br
Infelizmente também existem TST que apoiam, por baixa qualidade técnica, que o PPRA , somente deve ser assinado por Engº de Segurança. O pior de tudo que os sindicatos dos Tst no Brasil todo, não fazem força alguma para criarem o já tão banalizado CONSELHO DE CLASSE. com isso o CREA aproveita de nossa fraqueza.
Marco Antonio Pinto Balthazar - 18/05/2011 13:47
mbalthazar50@gmail.com
Cláudio, Excelente as suas colocações. Uma pergunjta: você é Eng. ou Téc. Seg. Trab.? Abs. MARCO BALTHAZAR
Elias Amin - 17/05/2011 09:57
aminfido@ig.com.br
Parecer do Poder Judiciário do Maranhão - 3ª vara, favorável aos TST, quanto a elaboração do PPRA. Parabéns.
Luciano - 11/05/2011 18:53
luciano.otti@gmail.com
Bem, nunca tive qualquer problema semelhante pessoal. Conheço excelentes técnicos e engenheiros, como também péssimos profissionais. Desta forma, o engenheiro pode assinar, o técnico também pode assinar. Enquanto o pessoal fica competindo, o PPRA vai para a gaveta e não de prevenção. Abraços a todos.
Fabio Rodrigo - 02/05/2011 21:58
fabior.tst@gmail.com
Vale lembra que não devemos considerar o PPRA como Documento, e sim como um PROGRAMA, e como o colega prevencionista abaixo diz, e o mais puro olho gordo dos EST
carla regina ferreira farias - 30/04/2011 09:47
bom dia é muito inteligente de sua parte levar os profissionais da area de segurança a importa-se com o que relmente vale apena ser descutido pois nossa unida poderemos desenvolver um melhor trabalho para o meio ambiente e para o trabalhador que foi pra isso que escolhemos trabalhar em segurança ocupacional.
Carlos - 29/04/2011 22:24
A situação chega a ser engraçada, mas o problema é que o CREA tenta defender os Engenheiros Especializados em Segurança do Trabalho, pois sem PPRA talvez não tenha onde tirar seus frutos, vale a pena lembrar que em janeiro de 2004 PPP x LTCAT Eng de Segurança ficou rico, fora criado uma industria de LTCAT, hoje sabemos que as informações do LTCAT, podem ser adequadas ao PPRA/PCMAT/PGR etc...portanto para ele assinar sobrou somente o PPRA e algumas coisinhas mais. Vale a pena lembrar, que o técnico de segurança, tecnólogos, possuem mais horas em segurança do trabalho do que a Pós de Segurança do Engenheiro que frequentam o curso uma vez por semana durante dois anos. Como consultor e técnico de segurança assinei mais de 300 PPRA e nunca fui questionado, até como pessoa física coloco somente meu CPF, desde que tenha uma carta da empresa desgnando como responsável técnico, vale a pena lembrar que se o CREA ou qualquer outra pessoa se manisfestar em dizer que técnicos não podem assinar PPRA, solicitem que enviem por escrito ingressem com uma ação que vcs podem ganhar um dinheirinho ainda. Este negócio de CREA é balela, CREA cuida de Engenheiro Mecânico, de Alimentos, Florestal, Civil etc..Nós somos vinculados ao Ministério do Trabalho, assim como Engenheiro de Segurança, mas ele é vinculado ao MTB pela Pós Graduação, não devem esquentar com isto. Outra coisa hoje tem um novo cargo no CBO que é o Técnólogo de Segurança do Trabalho, que pelo MTB descrição de atividades e funções é a mesma de um Eng de Segurança inclusive com algumas coisas a mais, afinal possui infinitas horas a mais de segurança do trabalho que a especialização de um Eng de Seg. Abraços a todos.
Pedro mauro Ribeiro de Freitas - 16/04/2011 14:52
pedro_rf10@hotmail.com
Claudio, esta situação é uma falta de concideração com o Técnico de Segurança do trabalho. Como pode um profissional poder realizar um trabalho tão sério, como o PPRA, e não poder assinar? Isto é mais uma falha grotesca da legislação e uma mesquinharia por parte dos "engenheiros" que pensam somente no que vão ganhar das empresas, e não, na qualidade do serviço que vão apresentar. Att. Pedro Mauro R. de Freitas Técnico de Seguraça do Trabalho Assessor tecnico de Brigado Socorista. Bombeiro Civil.
ENGENHEIRO - 14/04/2011 12:59
PAI NOSSO QUE ESTAIS NO CÉU........................COMO PODE O TÉCNICO DE SEGURANÇA JOSÉ WELLINGTON PINTO DA SILVA, QUERER SUBSCREVER UM PPRA, SE NÃO SABE NEM ESCREVER APTO ??? PAI NOSSO....................SANTIFICADO SEJA O NOSSO NOME..........
José Wellington Pinto Batista - 29/03/2011 08:34
jwpbatista@gmail.com
Vejo como oportuno o seu artigo sobre quem deve assinar o PPRA, e não tenho dúvidas de que o Técnico de Segurança do Trabalho está habito a assinar tal documento, no meu modo de ver está questão não é nada mais, nada mesmos, do que olho grande da parde dos engenheiros. Sabendo-se que este documento não tem nada haver com CREA. Mais eles engenheiros teimosamente insistem em querer levar tal documento para que o CREA administre, ná minha modesta opinião por pura ganancia.
FAGNO ROSA DE SOUZA - 11/03/2011 14:18
fagno.rsousa@gmail.com
bom em face do quer se diz sobre quem assina, a minha opinião é: se o tecnico de segurança pode elabora o PPRA por quer não pode assina? em fim a palavra tecnico é sinonimo de perito em por quer um perito em segurança do trabalho não pode assina este programa em pessoal, se ele elabora com cereza ele tem competencia de sobra para assina. obrigado sou Fagno técnico de segurança do trabalho.
Ricardo - 27/05/2010 12:29
Caro Claudio, Boa tarde, Este artigo diz tudo, voce explamou a realidade que alguns estão tentando esconder, trabalho em uma empresa de assessoria e Consultoria aqui em São Paulo, e em uma de nossas assessorias a uma determinada empresa, veio essa indagação sobre quem pode e quem não pode assinar o PPRA. Tem alguns Engenheiros qu estão se amparando no DECRETO Nº 6.945, DE 21 DE AGOSTO DE 2009. Isso prova a falta de conhecimento que alguns engenheiros tem a respeito de enterpretar as leis. Sou do ramo de SST, vejo isso como lamentavel para essa profissão, pois como o artigo mesmo diz: "- Somos Prevencionistas".
SALUSTINO JOSE BARRETO - 30/09/2007 11:56
sou um modesto,aluno no curso tec. en seg.no trabalho,espero adiquirir mais conhecimentos dentro da função ate mesmo por que presizamos estar atualizados. gostaria que enviase-me projetos para enriquecer meus conhecimentos. um abraço.salu

Segurança do Trabalho

Copyright © 2014 CMQV - Câmara Multidisciplinar de Qualidade de Vida. Todos os direitos reservados.
Website desenvolvido com tecnologia Super Modular