Dieta mediterrânea - uma dieta saúdavel



gestão / prevenção / conservação / manutenção








Histórias e Gente de Valor

etica
Reflexões

08/10/2014 - Dieta mediterrânea - uma dieta saúdavel

Por Célia Wada

Alterar tamanho da fonte: A+ | a-

Dieta mediterrânea  - associada a exercícios afasta Alzheimer, melhora a qualidade de vida e até perde peso...


Hoje vamos falar sobre os benefícios da DIETA DO MEDITERRÂNEO:


A atualização de uma pesquisa, realizada pela Columbia University Medical Center (EUA), apontou que associar a dieta mediterrânea e ter uma vida ativa afastam o risco de desenvolver o Mal de Alzheimer e outras doenças cognitivas.


Verificaram, também que a atividade física era o diferencial mesmo quando a alimentação é saudável


A DIETA DO MEDITERRÂNEO  consiste em uma alimentação rica em peixes, azeite de oliva, nozes e legumes combinada com a prática regular de exercícios físicos é ideal para manter o cérebro afiado.


O estudo da Columbia University Medical Center (EUA) avaliou mais de 1.400 homens e mulheres, residentes na França, e constatou que o risco de Alzheimer caía para 61% a 67% quanto mais a dieta se aproximava à mediterrânea. Na pesquisa anterior, de 2006, esse índice era de 40%. Os pesquisadores atribuem a diferença positiva ao fato de os participantes da última versão serem fisicamente mais ativos. Os exercícios físicos, portanto, são um diferencial para manter a memória em dia.


Rica em gordura monoinsaturada, a dieta mediterrânea já era conhecida por seus benefícios ao coração. Os principais participantes dos pratos são as gorduras protetoras, que agem contra o desenvolvimento de doenças cardiovasculares , diz a nutricionista do MinhaVida, Roberta Stella. Alguns dos seus efeitos é aumentar o nível de colesterol bom (HDL) e diminuir as taxas do colesterol ruim (LDL) do sangue, além de evitar a obstrução das artérias.


Características da dieta mediterrânea:


- Baixo consumo de carne vermelha


- Rica em vegetais, frutas, cereais e nozes


- Alto consumo de peixes


- Permite o consumo moderado de vinho


- Utilização  abundante do azeite de oliva como fonte de gordura saudável


A Dieta do Mediterrâneo tem como aliadas a prática diária de exercícios físicos e o consumo adequado de água, fator extremamente importante para o controle metabólico do organismo.


A população mediterrânea, originalmente, mantinha a atividade física regular, o que já proporciona um aumento da longevidade e melhoria da saúde em geral.


Cerca de 30 minutos de caminhada por dia é o suficiente para alcançar os benefícios desse estilo de vida.


Diminue o stress além de revigorar a mente e oxigenar o corpo eliminando radicais livres.


Para perda de peso, essa dieta também pode auxiliar, pricipalmente pela não necessidade de de scntar calorias ou seguir cardápios conplicados. A perda de peso pode variar para cada pessoa. Depende de fatores como idade, peso, nível de atividade física e raça. Como exemplo, para uma milher de 60 kg e que fça os 30 minutos de caminhadas diário, com um cardápio dito "normal" a perda é de 4 kg por mês. Os exercícios de musculação quando aliados, fazem com que essa perda seja menor em quilos mas melhor em resultados pois transforma a massa gora em massa muscular.


Benefícios gerais que a dieta mediterrânea à brasileira pode oferecer à sua saúde: Mais energia: o consumo de cereais integrais, que apresentam baixo índice glicêmico, e óleos vegetais, que possuem boas quantidades de ácidos graxos (ômega-3 e ômega-6), atuam como fontes energéticas.


Efeito anti-inflamatório: o ômega-3 e o ômega-6 atuam como anti-inflamatório no organismo. Bom funcionamento do intestino: os vegetais e as frutas, seguidos posteriormente das leguminosas e legumes, são fontes de fibras, auxiliando no funcionamento normal do intestino.


Reduz o colesterol: vegetais, frutas, leguminosas e legumes também contribuem para a diminuição da absorção do colesterol, que em excesso é responsável pelo desenvolvimento de diversas cardiopatias.


Aumenta a massa muscular: os peixes, ovos e aves são considerados alimentos construtores. Eles apresentam grandes quantidades de aminoácidos (fontes formadoras das proteínas), que são responsáveis pela formação e reparação da massa muscular.


Fortalece o sistema imunológico: com alto teor de aminoácidos, alimentos como peixes, ovos e aves também são responsáveis pela manutenção do sistema imunológico.


Formação da massa óssea: os laticínios, além de possuírem grandes quantidades de aminoácidos essenciais ao organismo, são uma importante fonte de cálcio – mineral necessário para a manutenção e formação da massa óssea, e também por uma série de sinalizações de hormônios e neurotransmissores no organismo.


Melhoria geral do bem estar físico e mental: a utilização da dieta acompanhada dos exercícios físicos trazem ao indivíduo uma nova "vitalidade", principalemtne para aqueles que tem vida sedentária pois dá um retorno muito positivo, aumentando o bem estar físico, o bem estar mental e melhorando consideravelmente a aparência. Torna o indivíduo mais "alegre e ativo". Dizemos que Dá Vida a vida!


Na medida do possível, preconizamos que sejam utilizados alimentos orgânicos, principalmente aqueles que sabemos serem mais passivos de utilização de agrotóxicos em sua plantação


Lembramos que - tudo que fazemos para melhorar, depende de nossa força de vontade....


Célia WAda


 

Comente este artigo:
* Nome:
E-mail:
Publicar E-mail:Sim   Nao   
* Comentário:
O que está escrito na imagem ?
 

NUTRIÇÃO - Alimentação Consciente

Copyright © 2018 CMQV - Câmara Multidisciplinar de Qualidade de Vida. Todos os direitos reservados.
Website desenvolvido com tecnologia Super Modular